CLUBE ESCOTILHA #7

CLUBE ESCOTILHA #7

Destaque da edição:

  • H.G. Wells está em evidência por conta da nova adaptação de "O homem invísivel", estrelada por Elizabeth Moss (protagonista da série "O conto da aia") e criada pelo diretor de "Jogos Mortais".
  • Tradução do premiado autor Santiago Nazarian e de Thelma Nóbrega, especialista nas obras de H.G. Wells.
  • Conta com posfácio exclusivo de Alcebíades Diniz, pós-doutor em Teoria e História Literária pela Unicamp, pesquisador da obra de Wells e tradutor. Suas pesquisas giram em torno da Literatura Fantástica e dos deslocamentos provocados pelo exílio e seus efeitos na narrativa e na linguagem.
  • Obra publicada em 1923, “Deuses humanos” é inédita no Brasil. Além de ser uma visão diferente da que já temos de H.G. Wells, representa o marco inicial da fantasia científica como gênero.
  • Isso quer dizer que o livro traz tanto características da ficção científica quanto da fantasia. Wells apresenta um mundo utópico (em oposição às populares distopias), mas com bases científicas.


Sobre o livro:

A FANTASIA CIENTÍFICA DO AUTOR DE “O HOMEM INVISÍVEL”. COM POSFÁCIO EXCLUSIVO DE ALCEBÍADES DINIZ

O sr. Barnstaple é um jornalista esgotado e desgostoso, que decide sair de férias para recuperar a sua saúde. Ele deixa sua família em casa e pega a estrada. Mas seu carro, em conjunto com vários outros, é subitamente transportado para um universo alternativo. Esse mundo, parecido com a Terra em que vivemos mas com pequenos detalhes diferentes, é uma verdadeira utopia.

Colocados em quarentena por causa das doenças que transportaram involuntariamente, os terráqueos rapidamente elaboram um plano para conquistar esse mundo idílico e viver como divindades gregas. Eles dominariam um estado utópico, livre de crime, pobreza, guerra, doença e intolerância, ou seja, o mundo no qual o sr. Barnstaple sempre sonhou habitar. Só que ele não tem certeza se deve embarcar no plano – mas, por outro lado, não participar seria trair a própria espécie, não?

Famoso por suas obras de ficção científica como “A máquina do tempo” e “A guerra dos mundos”, H.G. Wells tem muitas outras verves escondidas do leitor brasileiro. Esta é uma delas. Uma história que provocará profunda reflexão sobre as falhas da natureza humana, ao mesmo tempo em que oferece esperança para o futuro. “Deuses humanos” foi o primeiro romance a combinar a vigorante ficção científica com a fantasia. Assim surge a fantasia científica, um clássico que não pode mais ficar escondido.


Sobre o autor:

H.G. WELLS, ou Herbert George Wells, nasceu em 21 de setembro de 1866, na Inglaterra. Foi romancista, jornalista, sociólogo e historiador, conhecido pelos seus famosos livros de ficção científica. Também escreveu romances cômicos, como “Tono-Bungay” e “A história do sr. Polly”. Ele morreu em 13 de agosto de 1946, em Londres.

Avaliações

0

Ícone Estrela Ícone Estrela Ícone Estrela Ícone Estrela Ícone Estrela
(0)
Não há comentários para este produto.
Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.